Corpo Docente PDF Imprimir E-mail

 

Rômulo Ferreira Dias – Professor de Trombone

Graduado em Licenciatura em Música pela Universidade Federal de São Carlos. Realizou estudos em Bacharel em Trombone pela Universidade Nacional de Rosário, universidade pública da Argentina. Participou de diversos festivais de música sendo bolsista como Festival de Música de Ourinhos, Festival Internacional SESC de Música, Oficina de Música de Curitiba. Realizou capacitação em ensino de música na Espanha pela Asociación Orff-España. Participou de grupos musicais institucionais como a Big Boom Orchestra e foi bolsista da Orquestra da UFSCar.



Cláudio Stievano Villa Nova Júnior – Professor de Acordeon

Atualmente cursando o ensino superior em música, pela Universidade Federal de São Carlos.

Integra o corpo de músicos da Orquestra Sanfonina de São Paulo Orquestra Experimental da UFSCar.

Banda Face Nova e dos Os Seresteiros de Tatuí.

Disputou o PIF (Prêmio Internazionale Della Filarmônica) em Castelfidardo; realizando também uma série de apresentações na Itália.

Atualmente no corpo docente na ELM Maestro João Sepe.




Daniel da Silva Antonio – Professor de Percussão

Músico profissional a aproximadamente 17 anos.

Natural de Ibitinga, onde iniciou seus estudos de percussão/bateria.

Na mesma cidade, integrou à Banda Municipal Ignácio Correria de Lacerda durante 6 anos, até o período que veio atuar no mercado de trabalho na cidade de São Carlos, dando continuidade aos seus estudos, ingressou no curso de licenciatura em Educação musical pela UFSCar (universidades federais de São Carlos).

Atualmente tem estudado no Conservatório Dramático Dr Carlos de Campos (Conservatório de música de Tatuí) no curso de MPB/jazz em percussão popular brasileira.

Como professor já atua há mais de 7 anos na área.

Nesse período envolvido com à música, já participou de diversos festivais de música, sendo eles: Festival de choro (Unicamp)

Festival de Ourinhos (cinco edições)

Festival Seu Geraldo (organizado pelo músico, arranjador e maestro Nailor Proveta).

E na carreira música tem atuado em diversas formações musicais (desde duos, até grupos de jazz combo, música para teatro, etc).


Edson de Chico – Professor de violão Clássico

Natural de Ibaté.

Iniciou seus estudos em 1979, com nove anos de idade, sob a orientação de David Saidel e Rosa de Cicco Saidel na Academia Musical Alvorada.

No ano de 1989 ingressou no Conservatório Musical (Escola Técnica de Artes “Carlos Gomes”) na cidade de Ribeirão Preto.

Em 1992 concluiu o Curso de Qualificação Profissional – Habilitação Plena em Música com Habilitação afim em instrumento: Violão.

Durante o ano de 2006 teve como mentor o violonista Paulo Martelli, com o qual fez um curso de Aprimoramento Técnico e Teórico.

Atualmente atua como professor particular e professor do Curso de Violão da Escola Maestro João Sepe desde 2008.



Elisangela Marcia Aldrigh Mendonça – Professora de Técnica Vocal

Formação acadêmica: Piano Erudito, Teoria Musical, Violão popular, História da Música, Canto, Coral, Prática de Orquestra, Música Popular e Folclórica, Regência e Música de Câmara pelo CONSERVATÓRIO CARLOS GOMES de Ribeirão Preto, SP. Anteriormente estudou sob a orientação do professor David Saidel piano clássico, teoria musical, violão acompanhamento e leitura rítmica pelo período de 08 anos.

Estudou durante 06 anos com uma professora de nacionalidade húngara Anne Henyer, regência, canto lírico e métodos europeus consagrados nos mais renomados conservatórios do mundo. Cursou Musicalização Infantil no Conservatório Souza Lima, na cidade de São Paulo, aprofundando os conhecimentos nesta área com a professora Leila Suguhara.

Iniciou como professora de música aos 14 anos de idade, atualmente completando 32 anos de exercício da profissão na cidade de São Carlos. Inaugurou sua escola (Musicale Aldrighi) de cursos livres de música no ano de 1996, na qual já estudaram grandes artistas como o cantor sertanejo Daniel e Tinoquinho, filho do cantor Tinoco, e também grandes artistas da cidade de São Carlos.Com o coral formado com alunos de sua escola, no ano de 1996, apresentou-se em importantes concertos, com destaque para as apresentações feitas no teatro Memorial da América Latina, em São Paulo, e no Encontro Fundap de Canto Coral no ano 1997. Criou um coral infantil em sua escola. Trabalhou como regente, na formação de um coral na TECUMSEH do Brasil onde os coralistas eram formados pelos seus funcionários. Participou do Coral da USP Boca em Cena de São Carlos como coralista e solista soprano lírico. Também envolveu-se em eventos sociais na cidade de São Carlos, lecionando técnica vocal no Teatro Municipal para o preparo dos atores de peça dirigida por Getúlio Alho. Trabalhou como regente em diversos corais de diferentes denominações religiosas, regeu o coral Hallelu Yah em 2015. Foi premiada como compositora e recebeu destaque pela utilização da música nas causas sociais, como ocorrido na homenagem ao então deputado Vicente Botta, realizada na A.B.A.S.C. no ano de 1999, a qual angariou mais de uma tonelada de alimentos não perecíveis, posteriormente destinados a centros sociais e asilos da cidade.


 

Rute Lopes Santiago – Professora de Violino

Vindo de uma família musical, aos 9 anos iniciou seus estudos no violino fazendo aulas particulares com seu tio. Em 2013 foi aluna de violino na Escola Livre de Música Maestro João Sepe com o professor Alan. Fez aulas particulares com os professores Ricardo Palmezano, Luciana Caixeta e atualmente com a Araceli Hackbarth, no Centro Suzuki de São Carlos. Se formou em Licenciatura em Música no ano de 2017 pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Fez pós-graduação em Educação e Tecnologias com habilitação em Mídias na Educação (2018-2019), também pela UFSCar. Professora de violino com especialização no Método Suzuki de ensino.

Professora de violino desde 2017 e de musicalização infantil desde 2018.



Gabriel Donizete da Silva Ferreira – Professor de Flauta Transversal

Iniciou seus estudos musicais aos 7 anos de idade sendo aluno de Robertinho Mori (Banda Marcial), Frederico Jofrei (Escola Livre de Música Maestro João Sepe) e também de uma determinada denominação religiosa. Atualmente cursa Bacharelado em Flauta Transversal pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FFCLRP - USP), o qual se encontra no oitavo período.

Em maio de 2017, Gabriel Ferreira começou a ter aulas de flauta transversal, com o professor Sérgio Cerri (primeira flauta da OSRP - Orquestra Sinfônica de Ribeirão Preto) pelo Projeto ALMA.

Atualmente é aluno da profa. Drª Cássia Carrascoza. Gabriel Ferreira realizou diversos concertos com a USP Filarmônica, com a orquestra do ALMA e com a Oficina Experimental da FFCLRP - USP na qual ocupa a posição de primeira flauta e executou peças como solista.


 


Maria Clara Seabra Dourado – Professora de Contrabaixo Acústico

Licenciada em Música com Habilitação em Educação Musical

Formada pela Universidade Federal de São Carlos.

Atuou como estagiária no Laboratório de Musicalização da UFSCar e na Orquestra Experimental da UFSCar.

Integrou grupos como a Big Band da UFSCar, a banda Groove de Bamba, projeto Mamma, grupos de extensão e pesquisa universitária da UFSCar sobre a Tropicália e aprendizagem na Roda de Samba.

É aluna de contrabaixo elétrico do Conservatório Dramático e Musical de Tatuí "Dr. Carlos de Campos".

Atualmente leciona a disciplina de Musicalização em escola de Educação Infantil e Ensino Fundamental I e Contrabaixo Acústico na Escola Livre de Música Maestro João Sepe.



Carlos Eduardo Escames – Professor de Saxofone

Teve o primeiro contato com o saxofone aos 11 anos, na Banda Educa, projeto da prefeitura de São Carlos junto à UFSCar.

Com o fim da Banda continuou seus estudos na ELM Maestro João Sepe e no Projeto Guri tendo como professor Rodrigo Murer Tinta em ambos.

Participou da orquestra de sopros da orquestra de sopros da ELM e do Grupo de Referência Big Band, do Projeto Guri, onde teve contato com músicos e regentes de altíssimo nível.

É integrante da Big Boom Orchestra e da Orquestra Experimental da UFSCar.

Participou de importantes festivais de música, como “Chorando sem Parar” e “Imagine Brazil”.

Ingressou no curso de Licenciatura em Música na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) em 2019, mesmo ano em que entrou para o corpo docente da Maestro João Sepe.

 


 

Maria José Cardoso Zepon – Professora de Musicalização Infantil

Nascida em São Carlos, em 09 de novembro de 1954.

Formada em “Habilitação Plena em Piano” e “Musicalização Infantil” pelo Conservatório Musical Carlos Gomes de Campinas/SP, “Licenciatura em Educação Musical” pela Universidade Federal de São Carlos, “Licenciatura plena em Pedagogia” pela UNICEP/São Carlos-SP, “ Prática de Orquestra e Flauta Doce” pelo Conservatório Estadual de Tatuí/SP; Regência Coral pela FUNARTE-SP.

Atua na área da educação musical desde 1988.


 


Ariane Gratti Angeloni – Professora de Clarinete e Musicalização Infantil

É natural de Amparo, interior de São Paulo. Iniciou seus estudos de clarineta em 2009 a partir de um projeto musical BAMMA (Banda Musical Municipal de Amparo). No município de Amparo participou de grupos musicais como o Coro e a Orquestra do Conservatório Integrado de Amparo; Banda Musical de Santa Cecília, cidade de Monte Alegre do Sul. Formou-se no curso de Licenciatura em Educação Musical pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) em 2019, no qual também participou de grupos e práticas musicais, tais como a Orquestra Experimental ao longo de sete anos, onde foi estagiária em assistência de regência em 2018; Quarteto de Clarinetas Sopra-4, sendo bolsista desse projeto de extensão formado por professores do curso. Realizou intercâmbio acadêmico por meio da Universidad Nacional de Rosário (UNR) na Argentina, em 2015. Participou de masterclass com clarinetistas Joel Barbosa em 2016 e Ovanir Buosi em 2019. Integrou o naipe de clarinetas, como bolsista, na Banda Sinfônica do Conservatório de Tatuí, no ano de 2019. Atualmente estuda clarinete erudito no Conservatório Dramático e Musical de Tatuí, “Dr. Carlos de Campos”, desde 2018, estudando com os professores Luciano Pereira e Rafael Pelaes.



Suelen Santos do Nascimento – Professora de Violoncelo

Graduanda em Música pela Universidade Federal de São Carlos.

Aluna de violoncelo no Conservatório Dramático e Musical “Dr. Carlos de Campos” em Tatuí. Participou da Orquestra Sinfônica Paulista de São Carlos e atualmente participa da Orquestra Sinfônica da Assembleia de Deus em São Carlos e Orquestra Experimental da UFSCar.

Foi voluntária no Laboratório de Musicalização da UFSCar e no Instituto de Ensino Cultural Osasc, como professora de violino e violoncelo.

Lecionou em escolas privadas de ensino musical e atualmente é professora de violoncelo na Escola Livre de Música “Maestro João Sepe”.



Thiago Estevão – Professor de Trompete

Trompetista Natural da cidade de São Paulo, iniciou seus estudos musicais aos 10 anos de idade, na cidade de São Carlos, interior do estado de São Paulo; em 2007 ingressou na “Escola livre de música Maestro João Sepe”, onde teve aulas de iniciação musical e trompete. Após esse período estudou no conservatório de Tatuí onde teve aulas com os professores Gerson Brandino e Marcelo Costa. Tocou nos seguintes Grupos: BBO Big Band (UFSCAR); Orquestra de Sopros ELM, Conjunto de metais, orquestra sinfônica jovem, Orquestra Filarmônica de Itu, Orquestra sinfônica do conservatório de Tatuí, Big band jovem (convidado), Banda sinfônica do conservatório de Tatuí.

Participou dos seguintes festivais: - V Encontro Internacional de Metais do Conservatório de Tatuí, no ano de 2014. -Participou da III, IV e V edições do Seminário de regência como bolsista da Banda sinfônica do Conservatório de Tatuí sob regência dos maestros Dario Sotelo, Matthew George (EUA), Mark Wittlock (EUA), Pablo D’lloca (ARG), João Maurício Galindo (maestro da orquestra Jazz Sinfônica do Estado) e Edson Beltrami.

1 ° Festival de Metais Brasília Brass, -JAZZ TRUMPET FESTIVAL 2016 e 2018. Festival Chorando Sem Parar nos anos de 2017, 2018 e 2019. No primeiro semestre de 2016 foi finalista em duas categorias do VIII Prêmio Incentivo à música de Câmara, com os grupos: Kuazi Quarteto e Quinteto do Chileno (obtendo 2°e 3°lugar). - Festival Internacional de Música de Santa Catarina 2020.

 

 

 
Desenvolvido por Lecron Sistemas Corporativos
Copyright © 2020 Associação de Artes de São Carlos. Todos os direitos reservados.
Joomla! é um Software Livre com licença GNU/GPL v2.0.